Zur Startseite

Certificação de produtos

Para estabelecer a Marca Registada KNX como referência de qualidade e interoperabilidade de produtos de engenharia para sistemas de domótica em residências e edifícios (com base na norma KNX ), a Associação KNX tem um esquema de certificação próprio para os produtos.

Requisitos

Se, como membro da Associação KNX, pretender rotular um produto KNX desenvolvido com a marca registada KNX, deverá comprovar a sua conformidade com os seguintes requisitos:

    • Sistema de qualidade segundo a ISO 9001.
    • Norma Europeia EN 50090-2-2 (abrangendo aspetos como EMC, segurança elétrica, condições ambientais, de produtos bus) e uma norma de produto adequada. A conformidade pode ser apresentada à Associação KNX através do envio de uma declaração CE.
    • Volume 3 e Volume 6 das Especificações KNX, sendo o primeiro uma caixa de ferramentas das funcionalidades do protocolo KNX e apresentando o segundo uma listagem dos perfis permitidos do pacote KNX com base na caixa de ferramentas anteriormente mencionada.
    • Requisitos de interfuncionamento KNX no que diz respeito a tipos de dados normalizados e (opcionalmente) a blocos funcionais acordados.

Procedimento

Para registo (introdução dos dados do produto na base de dados central da ferramenta de software ETS para conceção de projetos e comissionamento) e certificação, o requerente terá de contactar o Departamento de Certificação da Associação KNX.

Para permitir uma entrada rápida no mercado, os produtos podem receber a marca registada KNX após a efetivação do Registo. Depois disso, o requerente tem um máximo de 6 meses para completar os ensaios dos seus produtos.

Para os ensaios de software, o requerente pode escolher entre diversos laboratórios de ensaios credenciados pela KNX, autorizados a efetuar ensaios de interfuncionamento e de sistemas KNX de terceiros. Para ensaios de hardware, o requerente poderá ter os diversos equipamentos de ensaio nas suas instalações ou recorrer a um laboratório de ensaios à sua escolha.

Durante os ensaios de software, dá-se ênfase apenas aos ensaios relativos a partes não certificadas. Como exemplo, um produto baseado numa unidade de acesso bus KNX já submetida a ensaios (para a qual já foi comprovada a conformidade com as especificações do sistema) só tem de ser submetido aos ensaios de interfuncionamento.

Uma ferramenta de ensaios uniforme assegura que o fabricante consegue preparar grande parte da bateria de ensaios de software nas suas instalações e providenciar esta preparação como entrada para ensaios de terceiros.

Logo que o nosso departamento de certificação tenha recebido todos os relatórios de ensaios relativamente à conformidade do sistema e do interfuncionamento, juntamente com a declaração CE relativa ao hardware, é emitido um certificado confirmando a utilização da marca registada no produto testado.

Certification of Products Flow Chart

Taxas

Conceito Custo (€)
Registo de hardware (desenvolvido pelo requerente) 600,-
Registo de software (desenvolvido pelo requerente) 180,-
Registo de hardware derivado 180,-
Registo de software derivado 60,-
Taxa anual de vigilância do produto para a combinação certificada de hardware e software (desenvolvidos pelo requerente) 75,-