Zur Startseite

A Medição KNX é inteligente

O aumento do custo da energia, a necessidade de viabilidade comercial e a proteção do clima pedem mais transparência no consumo de energia. A prática geral das contas de energia anuais não ajuda nesta questão. Vislumbram-se mudanças no horizonte, mas apenas no que se refere ao fornecimento de eletricidade. Através da utilização de medidores inteligentes de energia os consumidores de eletricidade poderiam observar o seu consumo em tempo real e estariam em melhor posição para o controlar. Com a KNX, já é possível atualmente obter opções mais detalhadas a respeito da utilização responsável da energia, não apenas da eletricidade, mas também do aquecimento, águas e combustíveis fósseis, como petróleo e gás. Vários componentes KNX já se encontram disponíveis no mercado.

Transparência

Smart metering

Um elemento chave para se alcançar padrões mais seletivos de consumo de energia em edifícios é possibilitar a monitorização do seu consumo de energia em tempo real e da forma mais direta possível. Há já bastante tempo que possuímos indicadores de consumo de combustível nos automóveis, que apresentam o consumo atual: quando carregamos impulsivamente no acelerador ou conduzimos com “pé pesado”, conseguimos ver imediatamente como o nosso consumo de combustível aumenta ou se mantém elevado. Poderia adotar-se este mesmo sistema em edifícios. Mas, infelizmente, apenas muito poucos se encontram já equipados com tais dispositivos de medição. Este método, também apelidado de “medição inteligente”, oferece medição inteligente e visualização da energia consumida. Só posso efetuar escolhas mais económicas da minha utilização de energia, tais como, desligar aparelhos ou passar a utilizar tarifas horárias mais baratas, se eu souber onde e por que motivo estou atualmente a consumir energia.

Requisitos Legais

Smart Metering

Quando os consumidores conseguem ver os seus padrões de consumo, por exemplo, da eletricidade nos edifícios residenciais, unidades comerciais ou em instalações industriais, este simples facto pode aumentar a sua consciencialização da energia consumida. As pessoas que são confrontadas com os seus custos de energia com o consumo está a ocorrer podem tomar rapidamente medidas apropriadas para reduzir esse consumo. Por essa razão, mesmo os decisores políticos estão presentemente a discutir a introdução de contadores inteligentes de eletricidade (smart meters) por uma questão de maior transparência no consumo de eletricidade. Os requisitos legais estipulam que as empresas de serviços de utilidade pública instalem novos contadores de eletricidade nas instalações dos clientes, que efetuem a contagem do consumo de energia a intervalos controlados, cuja leitura seja feita remotamente ou diretamente no contador e disponibilizem os resultados aos clientes de forma adequada. As opções possíveis são: informar os clientes sobre o seu consumo de energia através de aviso por escrito, acesso à empresa de fornecimento via internet, ou diretamente. A vantagem para os clientes é a de eles obterem informação sobre os seus padrões de consumo de energia com base em intervalos selecionáveis, em vez de terem de esperar pela conta de energia anual e de serem informados sobre os seus custos de consumo de energia estimados por extrapolação das leituras do contador do ano anterior. No entanto, esta esperada vantagem para os clientes é reduzida, pelo facto de o requisito legal apenas estipular leituras da energia para intervalos diários, estando igualmente confinada à contagem da energia elétrica. As desvantagens são, em primeiro lugar, que os clientes não poderão obter muita informação útil a partir das curvas de consumo de energia diário e não serão capazes de retirar quaisquer conclusões sobre os padrões de consumo dos eletrodomésticos, individualmente. Em segundo lugar, em espaços a eletricidade não é usada para aquecimento, os custos de energia reportam-se a combustíveis como gás, petróleo ou aquecimento distrital.

Uma tarefa para a KNX

Smart Metering

Também temos de questionar a utilidade de os clientes serem informados sobre os seus custos de aquecimento quando não recebem qualquer informação sobre a temperatura nos seus aposentos, o estado da ventilação das suas janelas ou a situação de ocupação do apartamento/casa. Qual é a utilidade de os clientes serem informados sobre o custo do fornecimento de eletricidade quando eles desconhecem os parâmetros definidos para os seus diversos aparelhos ou se os espaços habitacionais estavam ou não ocupados? Os clientes poderão tirar melhores conclusões sobre padrões de consumo e potenciais poupanças, ou sobre a otimização dos seus padrões de utilização quando obtêm informação sobre a temperatura nos seus aposentos, o estado da ventilação das suas janelas e a situação de ocupação. Para esta situação, a KNX disponibiliza soluções de visualização e automação que podem ser combinadas com a contagem dos dados energéticos. O resultado desta implementação é uma gestão de energia ativa, que pode ser utilizada pelos clientes para obtenção de informações e, mais importante ainda, irá realçar quaisquer alterações necessárias dos padrões de utilização mostrados na visualização.

Conclusão

No conceito para a introdução do Contador Inteligente, o ROI (retorno do investimento) ou neutralidade do custo é de grande importância. O investimento é contrabalançado pelos aumentos em eficiência através da leitura das medições do contador e da faturação on-line e, em particular, pelas reduções de custo no consumo de energia. Quaisquer ‘diferenças de custo’ remanescentes podem ser fechadas por serviços adicionais. Opções possíveis, são: a informação contínua ao utilizador, dispositivos de monitorização, por exemplo, detetores de fumo, sensores de quebra de vidros, controlos de aquecimento dos espaços, instalações de monitorização para as funções vitais dos ocupantes, etc. Um pré-requisito importante para estes serviços é a compatibilidade dos dispositivos e instrumentos de medição com o mundo KNX.

Folhetos